sábado, 26 de agosto de 2017

Para filha paraplégica brincar, pai constrói cadeira de rodas

filha paraplégica


Após descobrir que a filha de oito meses era portadora de uma lesão na medula – que culminou na perda de parte dos movimentos -, um pai construiu uma cadeira de rodas especial para que ela pudesse brincar.

A origem do problema ainda é estudada pelos médicos, uma vez que a garota não sofreu nenhuma queda brusca que comprometesse o funcionamento do membro.
Em entrevista, Mario Alvitti, pai de Ana Paula, contou sobre o processo de se adaptar a nova condição da filha: “Ela é uma criança, então tem que brincar, tem que fazer as brincadeiras, participar, para ela não perder essa fase inicial de criança, de brincar”, explica.
 Entendendo essa situação, ele juntou suas economias e construiu um modelo de cadeira que permite que a garota fique próxima do chão e consiga brincar dentro de suas possibilidades físicas.
“Sem a cadeirinha, ela brincava no nosso colo ou se rastejando pelo chão, que é o que acontece com as crianças hoje. Elas brincam se rastejando pelo chão e a gente acredita que não é o ideal, por isso a gente foi atrás de uma coisa que desse essa mobilidade para ela, que desse essa liberdade dela se locomover, de explorar todos os ambientes livremente, né?, disse.
Fonte: Catraca Livre
Postagem Anterior
Proxima Postagens

0 comentários:

Obrigado pela sua mensagem